A criação do novo Rehazenter foi realizada respeitando ao máximo os diferentes espaços verdes à volta do edifício.

A organização do espaço exterior junta subtilmente a pedra, o metal, a madeira, a água e as plantas. Estes elementos recriam um quadro completamente particular ao misturar natureza e arquitectura.

Os pátios interiores permitem a entrada da luz dentro do centro de reeducação. Estes estão organizados em terraços de repouso com vários tipos de plantas e separados com corredores em madeira. A colocação de cadeiras de braços permite o repouso das pessoas.

A ligação entre as zonas de terapias pode ser efectuada através dos terraços de madeira dispostos nos pátios interiores. Estes últimos podem também servir para tratamentos no exterior.

Um campo de basquetebol junto às zonas de trabalho (de diferentes estruturas), equipado com mesa e cadeiras completam as áreas de terapias realizadas fora do edifício.

Por fim, na zona intermédia, encontra-se uma área para exercícios de reabilitação em movimento e para o manuseamento de cadeiras de rodas. Esta zona está situada sob um toldo, ao ar livre mas ao abrigo das intempéries.