O departamento de reeducação funcional e de reabilitação neurológica tem como missão o tratamento de pacientes que apresentam uma deficiência de origem neurológica, adquirida ou congénita. (Acidente vascular cerebral - Traumatismo craniano - Paraplegia ou Tetraplegia - Esclerose múltipla - Tumores cerebrais - Doenças musculares - Paralisia cerebral - etc.).

A combinação de múltiplas insuficiências na origem de uma deficiência necessita de uma abordagem e tratamento do paciente por um determinado número de terapeutas diferentes, com competências específicas: a equipa será coordenada por um Médico especialista em Fisioterapia e Reabilitação.

O tratamento da deficiência neuromotora em criança é assegurado através de uma colaboração estreita entre as equipas hospitalares e as estruturas de cuidados vizinhos: inclui a avaliação de problemas motores e cognitivos e uma gestão optimizada de desordens funcionais ligadas à lesão inicial, à dismorfogenese e às dificuldades de aprendizagem.

O objectivo dos programas de reeducação desenvolvidos pelo departamento de Neurologia visa avaliar, numa primeira fase, a deficiência das diferentes funções e, de seguida, visa propor as actividades terapêuticas específicas e adaptadas à evolução do paciente e à sua situação sócio-familiar: a finalidade dos nossos tratamentos consiste em reinserir o paciente no âmbito da vida privada e profissional da melhor forma.