Os aparelhos médicos representam juntamente COM O TREINO DADO AOS PACIENTES uma parte importante do trabalho dos ergoterapeutas.

O treino é estático ou dinâmico.

O aparelho ortopédico estático coloca um membro ou um segmento do membro numa determinada posição :

  • a órtese de repouso imobiliza as articulações num sector funcional.
  • a órtese de correcção rectifica uma atitude viciosa ou uma deformação.
  • a órtese de imobilização, pós-operatório, posiciona o membro ou o segmento do membro, em função da intervenção realizada a fim de o consolidar
  • a órtese de função, geralmente chamada de «ajuda técnica», atenua uma deficiência motora.

Os aparelhos podem ter uma função dinâmica :

  • a órtese age sobre uma (ou várias) articulação(ões) numa posição predefinida.
  • a órtese de função substitui uma função inexistente.

Todos estes aparelhos são fabricados em termoplástico, material que uma vez quente, torna-se maleável e ao qual podem ser adicionados os elásticos, polias, fixações, velcro, couro, etc.

O uso destes aparelhos no decorrer do tempo é difícil e a sua vigilância é muito importante, dado que eles se alteram de acordo com a evolução da patologia.