A especificidade da psicomotricidade reside no facto de considerar a problemática de um paciente, tanto a nível corporal como a nível físico; de ver a pessoa na sua globalidade com as suas possibilidades e as suas dificuldades, ouvindo e dando particular atenção às manifestações psico- corporais.
O exame psicomotor que no âmbito de um certo número de testes adaptados à idade e à patologia do paciente, permite o seguinte

  • avaliar as suas dificuldades, mas também as possibilidades que estão associadas ao seu desenvolvimento,
  • avaliar a qualidade das relações que o paciente criou à sua volta.

O exame psicomotor poderá abordar todas as actividades e expressões corporais, nomedamente :

  • a coordenação
  • o equilíbrio
  • o tono
  • o conhecimento e a consciência do corpo. O esquema corporal
  • A estruturação espaço-temporal. A lateralidade
  • O gesto gráfico
  • O corpo na sua relação com o ambiente e em situações insólitas.

A psicomotricidade é levada a intervir no âmbito das manifestações patológicas de diversas ordens: perinatal, pós-natal, neurológica, sensorial, psicossomático, geriátrico, psiquiátrico.
Estas manifestações diferentes podem exprimir-se através de :

  • Perturbações perceptivo-motores
  • Perturbações práxicas
  • Perturbações tónico-emocionais
  • Perturbações do conhecimento e consciência do corpo, do esquema corporal, da imagem do corpo
  • Perturbações de organização tempo-espacial
  • Perturbações do comportamento
  • Perturbações de carácter da personalidade.

A reabilitação pode ser feita por meio de técnicas de relaxamento, de educação gestual, de expressão corporal ou plástica, por actividades rítmicas, de jogos, exercícios de equilíbrio e de coordenação; estas actividades podem ser efectuadas num ambiente específico, como, por exemplo, na água.